Prop Trading: Aprenda Tudo Sobre Mesa Proprietária

Prop Trading: Aprenda Tudo Sobre Mesa Proprietária

Conhecidas também como “prop trading  firms“, se resumem em firmas  que usam  capital próprio para extrair lucros do mercado. Mas quem faz este trabalho? Os prop traders, que nada mais são do que os traders que operam o capital destas firmas, exclusivamente em um tipo de mercado ou diversos, de acordo com a escolha do trader.

Quando começamos a operar, a realidade de muitos, é a falta de recurso financeiro e a inexperiência no mercado. Portanto, operar através de uma mesa proprietária pode ser a melhor opção para um trader iniciante. Você poderá aprender, operar, ganhar dinheiro e tudo isso sem arriscar seu próprio capital. Estas firmas são muito comuns nos E.U.A. e existem centenas delas para sua escolha. Podemos operar do Brasil para uma prop firm americana? Claro que sim. A maior parte destas firmas dão a oportunidade para traders remotos ao redor de todo o mundo. E existem “props” brasileiras? Existem sim. Apesar deste modelo de negócio ser relativamente novo no Brasil, já existem algumas “props” muito boas por aqui. Uma grande vantagem de operar por uma “prop” brasileira, é que geralmente estamos mais envolvidos e acostumados com a dinâmica de certos ativos presentes aqui. O mercado americano hoje, podemos dizer que 70% a 80% são robôs, é um mercado rápido e com uma dinâmica diferente de muitas que vemos por aqui, portanto, cabe ao trader avaliar os diferentes mercados, seu estilo de operar, para então tomar esta decisão.

A maior parte das prop firms sérias dos E.U.A. chegam a pagar uma espécie de salário para seus traders, sendo ótimo para iniciantes que ainda podem ganhar para aprender. Existem também diversas formas utilizadas pelas “props” para selecionar seus futuros traders. Algumas utilizam o simulador de mercado para fazer uma avaliação da capacidade de cada trader, podendo exigir, também, que diversas regras operacionais sejam cumpridas, tais como meta, stop diário, perda máxima e posição máxima. Outras são muito abertas em relação a seleção dos traders, porém geralmente você terá que evoluir e permanecer um maior tempo operando para que, finalmente, comece a operar com quantias financeiras maiores. E ainda existem algumas “props” que selecionam seus traders como se fosse para uma vaga de emprego, exigindo um currículo adequado, entrevista pessoal e, algumas vezes até, demonstração de seus últimos resultados.

Outra questão muito importante é qual a porcentagem dos seus lucros que cada “prop” exige. Algumas exigem até 60% dos seus lucros e outras apenas de 10% a 15%.  Outro fator delicado que temos que avaliar é referente aos custos operacionais, ou seja, o custo total por cada trade realizado. Mas, você pode pensar, são apenas alguns centavos, isto realmente faz diferença? Faz, e sempre fará! Dentro de uma “prop”, ou fora dela, qualquer trader profissional deve se preocupar com isto. No curto prazo parece que não faz diferença, porém se queres viver de mercado, é primordial levar isto em consideração.

E, por último, além de todos os fatores a serem considerados na escolha entre operar por uma “prop” ou não, e por qual operar, não esqueçamos de duas qualidades essenciais, que são: confiabilidade e legitimidade. Muitas vezes a proposta é ótima mas a legitimidade da empresa não é… Consequentemente, a confiabilidade entre o trader e esta empresa fica prejudicada.

[elementor-template id=”2303″]

Rafael Iasi

Rafael Iasi é o idealizador do site Day Trader Pro. Atua no mercado como day trader independente desde 2013 e é um dos pioneiros na difusão da moderna analise de fluxo de ordens no Brasil. Desde meados de 2015 vem colaborando, através de artigos, vídeos e cursos, na formação de milhares de outros day traders que acompanham o site, canal do youtube e mídias sociais da Day Trader Pro.
Fechar Menu