Trader log: Porque Você (Ainda) Não Faz e Porque Deveria

Trader log: Porque Você (Ainda) Não Faz e Porque Deveria

Qualquer professor de trading que se preze vai te dizer: “É importante que você faça um registro de seus trades (Trader log)” , para que você possa acompanhar e medir sua evolução como trader.

Porém, quase todos os traders deixam de seguir este conselho.

Dos traders com quem trabalho, eu diria que menos de 5% realmente mantém um histórico consistente de seus trades.

Não é apenas a preguiça em jogo aqui. Há razões práticas e razões psicológicas que tornam o Trader log um grande desafio.

A Importância de Manter um Diário de Atividades

Manter um diário das atividades (journaling) não é algo específico de traders.

Um registro diário ajuda em muitas outras atividades.

Por exemplo, registrando sua ingestão de alimentos e exercícios em uma dieta, registrando seu desempenho nos esportes.

Ajuda em empreendimentos de longo prazo, nos quais você precisa melhorar ao longo do tempo com uma prática consistente.

Parte do benefício do journaling é acompanhar os resultados e monitorar as mudanças no desempenho, mas também parece que o journaling realmente ajuda você a permanecer no caminho certo.

Estudos mostraram que as pessoas em uma dieta que fazem um registro, um diário, são muito mais bem sucedidas do que aqueles que não fazem.

É como se o seu diário fosse sua irmã mais velha olhando por cima do seu ombro, mantendo você na linha.

Como Fazer o seu Trader log

Antes de considerarmos os desafios, primeiro vamos considerar quais informações podem ser úteis em no seu diário de trader.

Data, hora, Ativo

Parece uma informação básica e óbvia, porém o tempo é muito importante, especialmente quando comparado aos tempos de abertura / fechamento.

Um trade realizado 15 minutos após a abertura pode ter uma taxa de acerto diferente de uma negociação realizada em uma hora.

Os últimos 15 minutos de um mercado exibem uma ação marcadamente diferente da do meio do dia.

Você não pode ignorar o fato de que temos uma sessão asiática, uma sessão europeia e uma sessão nos EUA, e que a negociação entre os períodos de abertura / fechamento produz ações diferentes em determinados mercados.

O tipo de trade que você realizou, o “setup”

Se você tem várias maneiras ou razões para entrar no mercado, algumas podem funcionar melhor que outras. Faz sentido categorizar seus “setups” para poder eliminar ou refinar os que não funcionam tão bem.

É importante que no seu “setup” você inclua tanto o motivo pelo qual você entraria no trade e a maneira como você gerenciaria a negociação, defina seus pontos de stops e metas de ganho.

As condições de mercado no momento em que você fez o trade

O mercado estava em um canal ou em tendência? O volume estava acima da média?

Os mercados / mercados internos correlacionados apoiavam o trade? As notícias acabaram de ser anunciadas?

É muito importante notar como estava a volatilidade do mercado, pois a volatilidade tende a mudar ao longo do ano.

Alguns “setups” podem funcionar melhor em períodos mais lentos.

Talvez seria interessante você usar uma medida como ATR, a quantidade média de liquidez no DOM ou quanto volume estava sendo negociando.

Quão bem você seguiu seu plano

Dê-se uma classificação de 0-5, com zero sendo “totalmente aleatório, fora do seu plano de trade”.

Fazendo isso, talvez você descubra que estaria indo muito melhor se não entrasse nos trades apenas “quando seus instintos mandam”.

Se, por exemplo, você achar que entrou bem no trade, mas viu um movimento contra você e não saiu de acordo com o plano e ficou “torcendo” para que ele voltasse. Dê uma nota 1 para este trade!

Pode até parecer que os trades fora do plano sejam os melhores, mas é imperativo poder comparar os trades que seguiram seu plano com as que não seguiram.

MEN, MEP e Lucro

MEN – Máxima Excursão Negativa, também, conhecido como “Quão longe o trade se moveu contra mim”.

MEP – Máxima Excursão Positiva, também conhecido como “Quão longe o trade foi à meu favor”.

E registrar seu lucro real no trade.

Se você está registrando MEN e MEP, então você deve registrar seu lucro na mesma unidade – em ticks ou pips (dependendo do mercado).

Você pode estar fazendo entradas e saidas parciais, então você precisa registrar essas informações.

É claro, também faz sentido notar o lucro / perda real na moeda em que você negocia também.

O MEN e o MEP ajudam você a ajustar seus stopr e metas de ganho. E por fim, talvez um dos registros mais importantes.

Como você se sentiu antes e durante o trade

Faça anotações do seu estado mental e emocional antes e depois dos trades.

Como você se sentiu sobre o trade, por que você entrou e por que você não seguiu suas regras. Coisas que não podem ser incluídas em uma medida estatística. Isto vai te ajudar a se conhecer melhor como trader e como pessoa.

Você pode ainda registrar outras coisas, mas, por enquanto, vamos considerar que a lista está completa e discutir por que você não está realmente fazendo isso.

Porque Você Ainda Não Faz seu Trader log

# 1 – é uma distração

Quando é melhor fazer estas anotações?

Bem, quanto mais cedo melhor, especialmente para as notas, porque é quando a maneira como você se sente sobre o trade é mais clara em sua mente.

Então, assim que você entrar, você pode começar a registrar as informações.

O problema é: Esse também é o momento em que você precisa se concentrar mais no gerenciamento do seu trade.

O registro pode realmente interromper o trade. Depois de ter espaço para respirar em um trade, você tem mais tempo para inserir os detalhes.

O outro lado é que, se você não inserir as informações imediatamente e deixá-las até mais tarde, e o trade for um perdedor, você pode simplesmente decidir “este não conta” e omiti-lo completamente.

Você pode esquecer elementos-chave também “ele continuou voltando para 2050 e ninguém queria vender lá” – esses detalhes importantes são importantes.

É melhor escrever algo rapidamente, mesmo que você volte e preencha mais detalhes depois.

Caso contrário, há uma tendência a deixar de fora os maus trades.

Este é o caso, mesmo que você seja a única pessoa que lerá o seu trader log novamente depois.

# 2 – você ainda é uma péssimo trader

Tiger Woods não conseguiu um buraco na primeira vez que acertou uma bola de golfe.

Negociar é uma habilidade e muito poucas pessoas são ótimas em qualquer coisa quando começam.

Qualquer alteração que você fizer nos seu trading resultará em uma certa quantidade de “cagadas”.

Qualquer novo setup que você empregar levará tempo para aperfeiçoar.

Você precisa registrar seus trades quando ainda não é um grande profissional.

É uma ferramenta para o autodesenvolvimento, não um exercício para massagear seu ego.

Então, sim, você invariavelmente vai começar o seu processo de fazer diário de trades (trader log) registrando muitos trades ruins, trades em que você simplesmente entrou porque você estava entediado, setups que simplesmente não funcionam e que você mantém quando o mercado estava obviamente contra você.

Não há realmente nada de divertido nisso.

É como escrever “eu fiz besteira” mil vezes. Mas o seu trader log é seu amigo, ela está apenas dando a você um pouco de “amor duro”, mas manterá você no caminho certo e estreito se persistir.

# 3 – Você está muito ocupado operando

Você não tem tempo para isso.

Você está entrando em trades a cada 3 minutos quando você opera, você também tem um emprego a tempo inteiro e sua esposa está incomodando você para trocar a lâmpada no banheiro. Há muitas pessoas que são viciadas em operar.

Lembro-me de um trader mencionando que ele tinha seu computador em seu quarto e se ele acordasse no meio da noite por um “chamado da natureza”, ele verificaria suas posições.

Isso não é saudável.

A resposta simples para aqueles que sentem que o Trader Log é uma intrusão em seu tempo de negociação é “gastar menos tempo negociando”: É muito melhor operar um pouco menos, mas ter a chance de melhorar do que operar todo o seu tempo livre sem dar um passo atrás e rever.

Considerações Finais

Depois de ter seu Trader log, você pode usá-lo para avaliar seu progresso.

O mais experiente em tecnologia pode até escrever um programa ou planilha para analisar os dados do seu seu Trader log.

Existem também ferramentas de “journaling” por aí. Recentemente eu lancei o Journalytix para isso.

Pessoalmente, fico feliz em passar algumas horas revisando o diário que guardo em um caderno.

Eu opero contratos de futuros e há um novo contrato a cada 3 meses.Para cada novo contrato, início um novo caderno de notas.

Eu normalmente mantenho meu diário em uma página por dia e posso passar os 3 meses negociando em algumas horas.

Se notar um período em que meu desempenho foi ruim, posso tentar descobrir por que isso acontece e se preciso fazer ajustes.

Para aqueles que ainda não são lucrativos, um simples caderno de anotações e um pouco de compromisso podem não ser lucrativos, mas ajudarão você a entender o que está funcionando, o que não está funcionando e onde você precisa se concentrar.

Tomar atitudes concretas e corrigir seu comportamento, baseado nas informações do seu Trader log, será seu próximo obstáculo.

Peter Davies

Peter Davies é trader e educador internacional, especialista em Order Flow além de ser fundador e CEO da Jigsaw Trading, uma empresa que produz uma das melhores plataformas operacionas do mundo, a Jigsaw Daytradr, utilizada por grandes mesas proprietárias. Atua como colaborador educacional em palestras e webinars pra a TopstepTrader, futures.io entre outros.
Fechar Menu