Os Problemas de Operar no Simulador

Os Problemas de Operar no Simulador

Operar no simulador, também conhecido como “paper trading” está muito popular atualmente.

Porém eu freqüentemente digo às pessoas que elas precisam sair do simulador o mais rápido possível. O simulador oferece uma segurança ilusória que é, na verdade, contra-producente. Ninguém negocia da mesma forma em um simulador como ele o faz com dinheiro real.

A ideia por trás do simulador é que você pode aprender a operar, sem arriscar nada. Depois de tornar-se rentável no simulador, você pode abrir uma conta real com confiança. Como você já mostrou que pode ganhar dinheiro com um simulador, então você imagina que poderia ganhar dinheiro na conta real. Tudo o que você precisa fazer é operar da mesma maneira que você fez no simulador, certo?

Te digo que existem vários problemas com essa crença. Eu comparo com aprender qualquer tipo de esporte. Você pode estudar a forma, estratégia e técnica no boxe, tudo o que quiser, mas você nunca vai aprender o que é lutar de verdade até você entrar no ringue. E esse é um mundo completamente diferente. Sacos de pancada não revidam. Os oponentes são muito difíceis.

Você deve operar em um simulador por um período máximo de , talvez, um mês. É uma boa ferramenta para aprender a usar sua plataforma. Você definitivamente não quer cometer erros com o uso do mouse e ter problemas de colocação e cancelamento de ordens, etc. Você começará a ter uma ideia de como tudo fluirá e você se acostumará a olhar para os números piscando o dia todo. Assim que você sinta que pode efetivamente colocar e gerenciar operações com muita rapidez e você sabe o que está vendo na tela, você deve ir para uma conta real.

O que as pessoas muitas vezes não conseguem ver é que você não gerencia ganhos nem perdas da mesma maneira, se estivesse operando com dinheiro real. É muito fácil dizer: “Eu teria feito isso” ou “eu teria feito aquilo” quando nada estiver em jogo. É uma outra história quando você está sentado em um trade e você sabe que cada tick está custando X quantidade de dólares e você está analisando o mercado, com a adrenalina alta.

Exemplo A:

Operando no simulador – Você acha que tem um setup. Você começa o trade e o plano é ter um stop loss de 4 ticks. Você vê isso se mover contra você. Na verdade, você não tira o loss de 4 ticks. Ele marca 5 contra você. Em seguida, volta para 4. Em seguida, volta para o breakeven. Então você é um vencedor. Como foi fácil. Você pensa: “Eu estava adiantado, mas eu li bem.”

Na conta real – você sai do mesmo trade e teve uma perda de 4 ticks porque sabe que não tomar um loss de 4 ticks pode levar rapidamente a um loss de 8 ticks. Então você xinga quando volta para seu preço. Ou você rapidamente percebe que você está no lado errado e você “stopa” com um loss de 2 ticks, dê uma pausa, pense que talvez você estivesse um pouco adiantado, voltasse a um preço mais baixo e volte seus dois ticks, mais um, e pouco mais.

Ou talvez você nem aproveite o trade porque na verdade não é um bom setup. Ou talvez você não entre no trade porque já teve um bom dia, ja ganhou dinheiro e quer aproveitar seu dia fazendo outra coisa. Se você perder o seu lucro, você sabe que não só você não aproveitará, mas provavelmente se sentará na frente da tela pelas próximas quatro horas até o mercado fechar e provavelmente jogará dinheiro fora.

Resultado – No papel, não só você aprendeu um mau hábito, mas também foi recompensado por isso. Não aderir aos seus Stops na vida real é o que te leva à falência. Na vida real, você aprende a ser avesso ao risco muito mais rápido porque todo dólar real perdido é um dólar que poderia ter sido gasto em algo muito mais divertido do que um videogame que o envia para espasmos de raiva e depressão.

Exemplo B:

Operando no simulador – Você está em um trade vencedor que está 6 ticks em seu favor. Você tem um objetivo de lucro projetado de 10 ticks. Você pode ver que o momento a seu favor está paralisado, mas você ainda observa durante trinta minutos seu trade voltar para se tornar apenas um vencedor de 3 ticks uma e outra vez antes que o mercado finalmente chegue ao objetivo de 10 ticks. Sim. Você estava certo. Fez 10 ticks.

Na conta real – Você faz um trade vencedor rápido de 6 ticks e, enquanto pensa que o mercado pode eventualmente fazer outros 4 ticks, você sabe que provavelmente vai mudar por algum tempo antes que o faça e você não arriscará seus 6 ticks para fazer outros 4 ticks neste cenário. Especialmente quando você pode ver claramente que o momento está paralisado. Você pega os 6 ticks.

Resultado – No papel, você fez 10 ticks. Na conta real, você fez 6 ticks. Ou, na conta real, se você tivesse decidido inicialmente não mudar o trade, você poderia ter feito apenas 3 ticks, porque você pode ter decidido reservar o lucro no primeiro pullback em vez de se arriscar a assistir a todo o caminho de volta para quebrar, possivelmente não fazendo nada.

Atente-se também que s simuladores também podem não ser 100% realistas. Há sempre algumas falhas inerentes a eles. Uma delas é que você costuma obter entradas e saídas irreais. Então, um cara pensa que pode operar como “scalper” durante todo o dia com bid/ask, mas, na realidade, ele não entraria no mesmo preço em  90% dessas entradas e saídas obtidas no simulador.

Muitas props exigem que seus novos traders operem em um simulador até atingir um certo nível de eficiência. Esta é uma má ideia. E a prova está nos vários e-mails que recebi ao longo dos anos de traders que tiveram que passar por isso, bem como minha própria experiência com operações simuladas versus negociação ao vivo. Os caras que dirigem a maioria dessas props em Chicago não mantêm novos traders em um simulador por muito tempo.

Na empresa onde eu trabalhava, ficavamos em um simulador por apenas três dias. Eu não estou brincando com você. Então eles nos deram um lote e um limite de perda diária e disseram: “Vai”. Você não pode aprender se você não tomar algumas surras. Toda pessoa já atingiu seu limite de perda do dia, uma ou duas vezes. Todo trader novato já contratado passou por essa experiência. É assim que funciona.

No dia três, algumas pessoas começam a descobrir algumas coisas, mesmo que seja só: “Parei em 75% do limite de perda hoje em vez de acertar novamente porque obviamente não sei o que está acontecendo, e não tem sentido ir passando os limites. “E essa lição por si só é uma ótima lição a aprender. Não tem como objetivo bater seu limite se você não sabe o que está acontecendo ou está fazendo leituras ruins. Pare a “sangria” enquanto você ainda pode. Viva para lutar outro dia.

Aqui está um e-mail que recebi de um trader que estava trabalhando para uma dessas props que usa os resultados do simulador como uma forma de avaliar se alguém deveria ou não ir para a real.

“Eu finalmente fui viver hoje e o que foi um batismo de fogo para mim. ESTAVA COMPLETAMENTE DESPREparADO como um ANIMAL para o mercado ao vivo. Fui stopado as 8:30h da manhã. ISSO É TERRÍVEL.

AS entradas e saídas e o spread real mudaram o jogo COMPLETAMENTE. EU OBTIVE SLIPPAGE nos gains E nos MEUS STOPS. TAMBÉM SENTi QUE O MERCADO VIVO MUDA MAIS RÁPIDO DO QUE O SIM.

Nos últimos 2 meses e meio (no simulador), estive com uma boa consistência, com 5 dias de loss, e loss baixos, não maiores que 6 ticks. enquanto meus dias vencedores foram com 10 ticks

UAU. minha cabeça dói nesta manhã agitada”.

O resto da primeira semana foi praticamente o mesmo. O que é normal. Ele realmente estava no simulador por mais de 2 meses e meio como foi mencionado. Foi apenas nos últimos 2 meses e meio que ele alcançou os resultados exigidos pela empresa. Você vê o que os resultados do simulador foram transferidos para resultados reais.

Você aprenderá mais em cinco dias de negociação ao vivo do que você aprenderá em cinco meses em um simulador. Como é ilustrado pelo e-mail deste trader. E eu li muitos e-mails como esse.

A ideia de manter um trader em um simulador por três ou quatro meses ou mais não entra na minha cabeça. Muito poucas pessoas “viram a chave” e se tornam lucrativos neste negócio em menos de seis a oito meses DEPOIS de operarem conta real. Pode acontecer, mas é raro. Como eu digo, é uma nova habilidade que precisa ser desenvolvida. Se você mantiver um cara em um simulador por seis meses, basicamente está desperdiçando seu tempo e dinheiro e ele também está desperdiçando seu tempo e o dinheiro que ele guardou para cobrir seus custos enquanto ele deveria estar aprendendo.

Ele ainda tem que ir para a conta real e, uma vez que ele vai para a real, provavelmente não vai ser consistentemente, rentável por seis meses a um ano, então por que atrasar esse processo de aprendizagem ao mantê-lo no simulador por meses? Não vai ajudá-lo na conta real. Eu acho que muitas pessoas que gerenciam prop tradings caem na mesma armadilha do que os traders novatos quando se trata deste assunto. Os gerentes tem esperança de arriscar pouco dinheiro para ganhar muito, mas eles não percebem que estão se sabotando.

Havia pessoas na minha empresa que estavam abaixo de US $ 30.000 antes de “virarem a chave” e se tornarem traders altamente lucrativos. Você não pode fazê-lo se você não estiver disposto a arriscar, e você deve saber que você terá perdas no início. É inevitável e parte do processo de aprendizagem. Não há como evitar isso.

Então, se você é um trader individual procurando avançar o mais rápido possível, saia do simulador e entre no jogo de verdade. Não tenha medo. Não seja estúpido também. É bom ser cauteloso. Não fique selvagem fazendo 200 trades por dia, porque você acha que quanto mais você opera, mais você aprenderá. Isso é verdade de certa forma, mas você ainda precisa adquirir hábitos e habilidades adequadas. Não se trata apenas de operar sem parar durante todo o dia. Você ainda precisa ser seletivo sobre seus pontos e gerenciar posições corretamente. Os resultados do simulador darão uma falsa sensação de confiança, então não caia nessa armadilha.

(Este texto foi traduzido pela Day Trader Pro, com autorização e incentivo do autor. Veja o texto original em: http://www.nobsdaytrading.com/the-problems-with-sim-trading/)

John Grady

John Grady trabalhou para várias Props em Chicago e foi lá que ele aprendeu a importância de estudar o book de ofertas. Ele agora opera para si mesmo e ensina a qualquer pessoa que esteja interessada em aprender estratégias de scalping baseadas em fluxo de ordem. Mais informações sobre ele podem ser encontradas em seu SITE ou sua Página no You Tube.
Fechar Menu