5 Clichês sobre Trading: Fatos ou Fantasias?

5 Clichês sobre Trading: Fatos ou Fantasias?

Uma das alegrias de aprender a operar, é navegar por tantas opiniões diversas sobre os mercados, como eles funcionam e como você pode operá-los.

Neste artigo, analisaremos 5 clichês sobre teading e tentaremos descobrir quais são os fatos e quais são as fantasias.

#1 – Os Níveis Secretos de Preço

Também conhecidos como “o segredo dos profissionais”, este é um dos meus favoritos.

Existem algumas variações deste tema, mas o resultado é geralmente que existe um lucro “misterioso”. Muitas pessoas não sabem disso, mas se você molhar as mãos de alguém com dinheiro, elas informarão o segredo.

A primeira coisa que precisamos considerar é o que é preciso para movimentar um mercado. Leva negociação, leva participação. Por definição, qualquer coisa que seja “secreta” não será conhecida por muitas pessoas.

Então, se é um segredo, muitas pessoas não vão negociar. Se muitas pessoas não estão negociando um nível ou estratégia secreta, então adivinhem: provavelmente não haverá uma reação significativa às ações deles.

Outra consideração é a menção de “Profissionais”, em primeiro lugar. A maioria dos traders de varejo negociam posições “definitivas”: comprando para vender mais caro ou vendendo para comprar mais barato.

Quando se trata de trading profissional, isso é apenas uma parte do que acontece. Traders institucionais estão market makers, negociando arbitragem, fazendo trades de todos os tipos de coisas, então o uso da palavra “Profissionais” geralmente não é nada mais do que um gancho de marketing, porque os traders de varejo têm pouca relação com o que os traders mais profissionais fazem.

Conclusão: Fantasia

#2 – A tendência é sua amiga (Trend is your friend)

Tem que ser dito: há dias em que não sinto que o mercado é meu amigo. Este é um clichê interessante.

Eu conheço um monte de day traders que continuamente tentam pegar o topo ou o fundo do mercado. Isso seria muito bom, mas o que geralmente acontece é que o mercado cai 2 pontos, eles tentam comprar, depois 3 ou 4 pontos para baixo, eles tentam comprar de novo, então 6 ou 7 pontos e ainda tentando comprar, acumulando perdas ao longo do caminho.

Então o mercado começa a subir: e eles tentam vender. Eu chamo essas pessoas de ‘permafaders’, sempre tentando fazer o oposto do que o mercado está fazendo. Se você nunca tentou ir com o fluxo, dê uma chance.

Se o mercado está subindo, então vá com ele.

Claro, o truque é saber se o mercado está tendendo, mas, com essa advertência em mente, acho que podemos ir com.

Conclusão: Fato

#3 – O Gerenciamento de Risco pode tornar um sistema ruim rentável 

Este surge com muita frequência porque há uma diário de trading que detalha um sistema de entrada aleatório com um stop móvel.

Ao longo de um período de 10 anos, eles mostraram que teria dado dinheiro. Isso parece impressionante num primeiro instante, mas, o que eles realmente criaram foi um sistema de acompanhamento de tendência.

As entradas aleatórias de contra-tendência seriam rapidamente interrompidas e as entradas aleatórias a favor da tendência seguiriam a mesma. Então, enquanto a porção de entrada era aleatória, o sistema era um seguidor de tendências.

Ainda não está convencido?

Bem, vamos considerar o mundo da HFT, em que dezenas ou centenas de milhões de dólares são gastos em infraestrutura e também para garantir que eles estejam fisicamente próximos da bolsa para obter a menor latência (ping).

Por que diabos as empresas de HFT o fariam se pudessem pagar um macaco para se sentar no canto jogando uma moeda?

Conclusão: Fantasia

#4 Cuide do seu loss e seu gain cuidará de si mesmo 

Existem muitas variações sobre esse tema, mas o resultado é que você deve se concentrar em gerenciar os riscos em vez de se concentrar nos lucros.

Traders mais novos tendem a se concentrar, principalmente, em lucros e, em muitos casos, tendem a expectativas irrealistas. Um trader que é orientado para o lucro comprará porque acha que o mercado vai subir e ele pode estar certo no longo prazo, mas, errado nesse trade.

Um operador orientado ao risco pode ser da mesma opinião, de que o mercado está em alta, mas, ele só entrará no mercado num bom preço. Isso pode significar esperar que o mercado caia a um certo preço e só entrar se isso acontecer.

O resultado final desse tipo de comportamento é que o último trader está obtendo consistentemente melhores preços em seus negócios e fazendo mais ticks, ao mesmo tempo em que assume menos riscos.

O primeiro trader freqüentemente será stopado apenas pela volatilidade, porque acha que o gerenciamento de risco significa um certo tamanho de stop. Se o mercado está oscilando 20 centavos para cima e para baixo e você entra comprado depois de uma subida de 15 centavos com um stop de 5 centavos, então há uma boa chance de que irá perder uma porcentagem muito alta de seus trades para volatilidade geral.

Por outro lado, em um mercado que está girando 20 centavos, se você entrar quando o mercado tiver caído 18 ticks, você está menos exposto a essa volatilidade, você chegou a um extremo estatístico.

Conseguir um bom preço, manter seu risco baixo e simplesmente dar o fora de um negócio quando ele parece ruim é absolutamente essencial para sua base de trade. Não se engane, isso é uma habilidade.

É preciso experiência para lidar com a redução do risco e, em particular, reconhecendo quando um mercado está se movendo contra você com o volume, em vez de apenas se movimentar com a volatilidade regular.

Conclusão: Fato

#5 – Trades com Risco Zero 

Este é um ponto interessante. Negócios livres de risco ocorrem ocasionalmente.

Há momentos em que você pode comprar futuros de petróleo bruto, aceitar a entrega física do petróleo, pagar pelo armazenamento e depois vender um contrato futuro de petróleo bruto, entregar o físico no vencimento e ainda obter lucro após os custos de armazenagem.

Gosta disso? Não, eu achei que não. Obviamente, não é sem riscos.

O seu seguro cobre ataques terroristas, por exemplo?

O termo “Negócio Livre de Risco” é frequentemente associado a estratégias de opções e, com frequência, é um discurso sobre o uso de opções para transformar seus trades perdedores em vencedores com opções.

Quando você ganha dinheiro em um negócio, esse dinheiro veio de algum lugar, alguém tinha em sua conta e agora está no seu. Eles obviamente assumiram riscos porque perderam dinheiro.

Então, é realista ter pessoas arriscando dinheiro que você pode tirar delas sem arriscar dinheiro?

Bem, se fosse, então essa moda não pegaria e todo mundo faria isso? E se todos fizessem isso e não arriscassem/perdessem nada, como exatamente você ganharia algum dinheiro se ninguém perdesse?

A maioria das estratégias de opções “sem risco” deve realmente ser descrita como estratégias de “risco desconhecido”. Estratégias de opções complexas empregadas por traders amadores que realmente não as entendem.

A única maneira de realmente negociar sem risco é trapacear.

Conclusão: Fantasia

Em nosso pequeno tamanho da amostra, a fantasia é um vencedor claro com uma vantagem de 3 a 2.

Eu escolhi esses clichês em particular, pois, eles têm sido o tema de um monte de debates acalorados nos fóruns de trading na Internet.

Isso não foi feito para incomodar as pessoas, mas, sim, para estimular o pensamento em “fatos” que podemos dar como certo.

Tudo isso faz parte do processo de desenvolver um nível saudável de cinismo à medida que você se desenvolve como trader.

Peter Davies

Peter Davies é trader e educador internacional, especialista em Order Flow além de ser fundador e CEO da Jigsaw Trading, uma empresa que produz uma das melhores plataformas operacionas do mundo, a Jigsaw Daytradr, utilizada por grandes mesas proprietárias. Atua como colaborador educacional em palestras e webinars pra a TopstepTrader, futures.io entre outros.
Fechar Menu